A Imagem da Mãe e Rainha

Imagem da Mãe e Rainha

Esta é a imagem de graças da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. É a reprodução de uma obra do pintor italiano, Crosio, criada no fim do século XIX. O título original desta imagem é "Refugium Peccatorum" - Refúgio dos pecadores. Em 1915, ela foi colocada no Santuário de Schoenstatt.

Na imagem vemos Maria, a Mãe de Deus, com seu Filho Jesus. 

Chama-nos a atenção como a Mãe e o Filho estão intimamente unidos. 

Maria segura seu Filho com ambas as mãos. Com a esquerda O estreita a si, e com a direita segura o braço do Filho, oferecendo-O ao mesmo tempo a Deus Pai. Apesar de sua atitude tão relacionada com o Filho, ela O abraça desprendida de si mesma. Será que Ela espera que alguém Lhe peça o filho? Seus olhos falam desta espera.

A atitude interna da Mãe em relação ao seu Filho se expressa também nas múltiplas dobras do seu manto. De um lado Ela envolve e protege o Menino, mas deixa a visão totalmente livre para o Filho divino. Maria deseja conduzir Jesus a todos os homens que a Ela se confiam.

O Véu que cobre a cabeça da Mãe parece continuar a envolver o Filho como se fossem um só. Este detalhe encontra expressão muito acertada numa oração do Pe. Kentenich, fundador da Obra de Schoenstatt:

Vem, habita em nossa terra,
Com teu Filho, Mãe de Deus.
Que seguindo vossos passos 
Ele encontre a paz de Deus.
Por Maria, a Cristo unida,
Pátria, tu serás remida.

O véu é símbolo do segredo. Na imagem, ele envolve a Mãe e o Filho, o que significa para nós que o mistério do coração de Maria é Jesus. Assim o véu se torna o sinal da virgindade pela qual Ela se une de modo particular a Jesus Cristo.

Contemplando a imagem nós encontramos profunda expressão da íntima unidade entre Mãe e Filho: as cores da imagem que do branco vão crescendo gradativamente em intensidade, conduzem nosso olhar para o coração da Mãe. Ali repousa o Filho. Mas a mão da Mãe repousa sobre o coração do Filho. Assim se une coração com coração. Dois corações numa só pulsação.

"O coração é o cerne mais profundo da alma humana." (Papa Paulo VI)

A imagem de graças da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, nos diz: A alma de Maria esta inteiramente unida a Jesus; Ele determina seu ser. Ele é o conteúdo de sua vida. A Ele pertence seu coração e seu amor.

Ficamos portanto, admirados que as feições de ambos se assemelham tanto?

E o Filho?

Vemos claramente na imagem: a Mãe segura o Filho; Ela não O carrega. Parece que outra força o faz. Qual é esta força?

As nuvens da imagem indicam simbolicamente de onde ela procede: é a força do além. O Filho é carregado pela força que tem sua origem no eterno Pai. Ele vive no íntimo de seu ser e determina seu atuar. Jesus Cristo mesmo confessa na sua conversa com Felipe: "Não crês que estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que falo, eu não as digo de mim mesmo, é o Pai que fala em mim."

Contemplando a imagem de graças, concluímos: quem se une à Mãe de Deus é conduzido por Ela ao Filho e ao mais íntimo do seu coração. Mas, ali vive o Pai!

A luz que envolve a cabeça de Maria e de Jesus e que rebrilha em toda a imagem provém do Filho. Nele atinge sua maior intensidade.

Este Filho é "luz da luz". Quem se expõe a estes raios torna-se sinal de luz para os homens, assim como O vemos concretizado de modo perfeito na imagem de Maria. Este é o plano amoroso de Deus: que o sinal de luz de Maria nos conduza da escuridão da vida, de volta à fonte de sua luz - à eterna luz.

Imagem  Peregrina

A Campanha da imagem da Mãe Peregrina, idealizada por João Luis Pozzobon , tem o intuito de visitar, abençoar e conceder graças a trinta famílias durante um mês, ficando um dia em cada casa.

As imagens que vão para as casas não são ornamentadas.

Estas imagens não estão à venda.

Para saber como receber a imagem da Mãe Peregrina em sua casa, entre em contato com os Santuários da Mãe e Rainha de Vila Mariana ou de Atibaia em São Paulo, ou qualquer Santuário de sua cidade. Confira a lista de Santuários no mundo.

Hoje existem mais de 140.000 Imagens Peregrinas visitando 4.200.000 famílias só no Brasil e em mais 90 países do mundo (Consulte o informe do jornal O Estado de São Paulo). Um dos últimos países a receber uma Imagem, e que ainda não tinha nenhuma, foi a Finlândia. Essa imagem partiu do Santuário do Jaraguá, em 08 de agosto, porém ainda existem alguns países que não recebem as Graças da Mãe Peregrina. Se você conhece alguém que more num destes países, ofereça-lhe a possibilidade de recebê-La.


Esta página foi atualizada em 16/10/09.

Copyright © 2003. Todos os direitos reservados -  Artur E. Salgueiro